SISTEMA DE GESTÃO DE CLÍNICAS

Índice

A principal utilidade do CIS (Sistema de Gestão de Clínicas) é a de agilizar os processos gerenciais e as digitalizações nas clínicas, como rotinas da unidade, organização da agenda, atualização dos prontuários dos pacientes, etc.

Essa modernização traz vantagens ao próprio paciente, além da otimização do trabalho médico. A lógica é infalível: a simplificação da administração e do controle das atividades possibilita o aprimoramento do atendimento ao paciente, o que resulta em maior lucratividade.

Quer conhecer mais sobre o que tem de bom no CIS? Leia mais!

O QUE É CIS?

CIS vem do inglês “ Sistema de Gestão de Clínicas ” e é um tipo de software que funciona baseado no cadastro dos pacientes e nos procedimentos envolvidos, como o número de leitos, de consultas médicas, internações, dentre outros.

Surpreendentemente, as origens dessa tecnologia se encontram na década de 60, na qual já havia essa preocupação com a integração de dados. O nome do software era MIS (Sistema de Informações Médicas), que evoluiu, passando para AIS (Sistema de Informações Administrativas), dentre outros, até chegar ao CIS.

QUAIS SÃO AS VANTAGENS DO SISTEMA?

AGENDAMENTO OTIMIZADO

O CIS cuida do prontuário, dados de pagamento e a própria agenda dos pacientes — conteúdos de extrema importância. Dessa forma, se seu hospital for alvo de alguma invasão, essas informações não serão comprometidas como se estivessem em simples planilhas.

CONTROLE DE GLOSAS

Glosas são faturamentos de procedimentos realizados no hospital que não são comunicados às operadoras de planos de saúde. Acontece frequentemente, mas quem tem o CIS pode contar com uma maior uniformidade de informações. Assim, ninguém acumula problemas de valores divergentes, liberação de pagamentos e prejuízo financeiro, no geral.

ANÁLISE DE DESEMPENHO

A armazenagem de informações em um sistema permite o acompanhamento do índice de comparecimento dos pacientes, o que reduz perdas com ausências e otimiza o tempo da secretária. O registro desse e de outros parâmetros possibilita um rastreamento de desempenho impossível de ser feito manualmente.

CONTROLE DE ESTOQUE

Medicamentos, seringas, insumos descartáveis… caso acabem e não sejam prontamente repostos, podem gerar uma situação problemática para o profissional e para o cliente, sobretudo no contexto da medicina de urgência. Com o CIS, você pode cadastrar as quantidades adquiridas e o próprio sistema fará o lembrete de quando esse material estiver esgotando.

Diante desses benefícios, está muito clara a necessidade do Sistema de Gestão de Clínicas nos centros de saúde. Essa tecnologia não se trata mais de um diferencial, mas de um dever com os pacientes.

Rolar para cima